Criei este blog, para poder voltar a fazer algo que adoro, que é escrever! Mas por alguma razão ou várias, acabei por o deixar adormecido no mundo da blogosfera! Renovada, vamos acordá-lo!!!

30
Nov 10

Ser mãe é a coisa mais maravilhosa do mundo! Mas também pode ser o que nos pode "destruir" completamente. Talvez para muitos isto não faça sentido, mas para quem tenha passado por estas fases estranhas da maternidade talvez até faça muito sentido!

 

Ao contrário de muitas mamãs que conheço, eu adorei a minha gravidez, amei o meu barrigão e senti-me a mulher mais bonita do universo. Era assim que me sentia e que as pessoas à minha volta me faziam sentir. Na verdade parecia que trazia o "rei" na barriga!

 

Mas as coisas foram muito diferentes depois do meu mais que tudo nascer! O corpo não foi ao lugar como eu tinha planeado que iria, além que sofreu grandes alterações. Antes da gravidez era uma moçoila, bem magrinha. Tão magrinha que cheguei a pesar 50 míseros quilos! Durante a gravidez engordei 25 quilos. Ora para uma mulher que tinha um corpinho completamente sequinho, depois de uma gravidez deparar-se com um corpo completamente diferente... é um choque!

 

Para mim foi um choque... apesar de me fechar em copas... mas a verdade é que eu não me sentia nada bem comigo mesmo. Isto e muitas outras situações atiraram-me para o fundo do poço. Perdi a minha essência, perdi o gosto por mim mesma, escondi-me atrás da maternidade!

 

Hoje, aos poucos estou a sair desse buraco, com a ajuda do meu mais que tudo que é muito importante, com a ajuda dos amigos, mas essêncialmente com a minha própria ajuda. Estou a começar a descobrir-me e a gostar de mim novamente.

 

A verdade é que como eu existe muitas outras mulheres, muitas têm vergonha de falar sobre isso, pois acham que agora que são mamãs não têm de se preocupar com elas, que passam para segundo plano ou até terceiro. Outras não se apercebem sequer do que se passa com elas e deixam-se desaparecer atrás do novo papel.

 

É muito díficil a nova adapção do papel de mãe, de um momento para o outro somos o centro de um pequeno ser que nos suga todas as energias e atenções. Como vamos conseguir ainda ter energia para nós próprias?

 

O tempo e a nossa força de vontade é muito importante, por muito que as pessoas à minha volta tentassem me mostrar o que se passava, eu não queria ver e não estava preparada para ver. Tive de ter o meu tempo e por mim tive de ter força de vontade para "abrir" os olhos e olhar para o espelho que tantas pessoas me tentavam mostrar.

 

É essêncial para os nossos filhos que sintam que nos sentimos bem connosco próprias, pois isso vai fazê-los sentir seguros e ensiná-los a eles próprios sentirem-se bem com eles mesmos. Antes de mamãs, já eramos alguém! Estou a encontrar-me novamente... aos poucos!

publicado por milcoisasdebettyboop às 09:55

Ora nem mais. Todas as fases da vida são de adaptação e existem umas mais faceis do que outras. Mas basta querermos e tudo se ultrapassa.:)
Patrícia a 30 de Novembro de 2010 às 10:56

Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
Sobre mim
pesquisar
 
favoritos

Escrever